Loja virtual: O que é e como montar a sua

Você talvez já tenha comprado várias vezes pela internet, mas não saiba que o mercado de e-commerce é um dos que mais cresce no país. E isso tudo ocorre com o crescimento das lojas virtuais.

As lojas virtuais são sites especializados em venda de produtos e sua concepção é bastante simples, embora demande um grande trabalho para que seja bem sucedida.

Se você deseja saber como criar uma loja virtual, esse artigo foi feito para você. Também iremos falar o que você precisa saber antes de começar a sua loja virtual.

 

O que é uma loja virtual?

Lojas virtuais são sites especializados em venda de produtos na internet, estes podem ser físicos ou virtuais.

Uma loja de mercado demanda diversos tipos de conhecimento para sua abertura, como um planejamento financeiro, pesquisa de mercado, plataforma e servidor e conhecimentos de marketing.

Existem alguns aplicativos que também são lojas virtuais, porém, voltados para o segmento mobile, que tem crescido bastante.

Para comprar o cliente precisa acessar o site ou aplicativo, escolher os produtos e pagar.

Na maior parte dos casos, especialmente nos produtos físicos, a entrega é feita por meio de transportadoras. Em alguns casos, existe a opção de retirada na loja.

Atualmente comprar pela internet se tornou cada vez mais fácil e seguro, com lojas se estabelecendo e melhorando seus serviços.

O crescimento do mercado de lojas virtuais

O comércio eletrônico tem crescido substancialmente, especialmente durante a pandemia. Com isso, houve um aumento no número de lojas virtuais ou de empresas que buscam utilizar a internet para vender seus produtos ou serviços.

Nos últimos tempos, cresceu também o número de pessoas que acessam a internet diariamente, aumentando o potencial do mercado consumidor.

Portanto, o mercado está em franco crescimento e deve continuar assim nos próximos anos, o que abre uma grande oportunidade para quem quiser estabelecer o seu negócio nas redes e fortalecer a imagem da sua marca.

Vantagens de ter uma loja virtual

Existem muitas vantagens em ter uma loja virtual, especialmente em comparação à uma loja física.

A primeira delas é que é muito mais simples criar e manter uma loja virtual, basta você ter uma hospedagem e uma plataforma, cadastrar os produtos e começar a anunciar.

Outra vantagem é que você reduz as necessidades burocráticas de um negócio físico. Por exemplo, não será necessário ter um estabelecimento, pagar contas, aluguel, funcionários e taxas.

Assim, no geral, a facilidade de criar uma loja virtual, especialmente do ponto de vista financeiro, é muito grande.

Mais uma vantagem da criação de lojas virtuais é o alcance. Em contraste com um negócio físico tradicional, as lojas virtuais alcançam públicos no mundo todo, basta ter uma conexão com a internet.

Além disso, as lojas estão disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana. Isso significa que você pode realizar vendas a qualquer hora do dia, literalmente.

Por fim, os custos com divulgação também podem ser muito menores, já que se você souber como segmentar e focar no público mais interessante para o seu negócio, você terá mais resultado com menos custo.

Custo de abrir uma loja virtual

O custo para criar e manter uma loja virtual é mensal. A princípio, mesmo com um baixo orçamento é possível criar uma loja, já que basta uma hospedagem e uma plataforma gratuita.

Porém, existem várias opções profissionais de custo variado que ajudam a criar uma loja virtual de alto nível.

Você também pode usar o marketplace de grandes lojas para ajudar a impulsionar o seu negócio. Sites como Amazon, Americanas e Magazine Luiza, são opções de sites que oferecem marketplace e ajudam você a vender para milhões de consumidores que visitam esses sites diariamente.

Há também a alternativa de contratar uma empresa para fazer a sua loja virtual, com domínio e servidor próprios.

Montando a sua loja virtual

Vamos falar agora sobre como você deve fazer para montar a sua loja virtual.

1. Pesquise o seu mercado

Você precisa conhecer o seu mercado, assim saberá quais produtos são mais interessantes para os clientes, assim poderá fazer a sua oferta da melhor forma possível.

Pesquisar o seu mercado ajuda você a entender as tendências e necessidades dos seus clientes.

2. Atenção ao planejamento financeiro

Como qualquer negócio, uma loja virtual demanda planejamento financeiro, que deve levar em conta fatores como estoque, fluxo de caixa e previsão de receitas.

Tenha atenção aos custos fixos e operacionais do negócio, como os custos de marketing que são muito necessários para divulgar e trazer novos clientes até a sua loja.

3. Monte a sua loja virtual

Nesse processo você deverá iniciar a criação da sua loja virtual. Usualmente você passará pelas seguintes etapas:

  • Registro do domínio: O domínio é o endereço do seu site. Registrar um domínio simples e fácil de lembrar é importante para estar na mente do consumidor e facilitar o trabalho de SEO do seu site. Escolha um domínio que inclua uma palavra-chave do seu mercado além da sua marca.
  • Serviço de hospedagem: Escolher o serviço de hospedagem certo é o passo seguinte. Não escolha apenas levando preços em conta, a localização do servidor, o suporte e recursos também devem ser considerados. No fim, a rapidez com a qual o seu site carrega é crucial para a experiência do usuário e para os seus resultados.
  • Escolha a plataforma: Agora você deve escolher qual plataforma irá utilizar na sua loja. Existem plataformas gratuitas e pagas e cada solução entrega vantagens e desvantagens. Portanto, você deve considerar vários fatores, entre eles a complexidade da plataforma, facilidade de customização e navegação.
  • Temas ou templates: Nesse momento você deve escolher qual será o tema da sua loja, a “cara” que a sua loja terá para os seus clientes. Esse tema deve ir de encontro à sua marca, além de facilitar a navegação do usuário. Existem templates prontos ou você pode contratar um serviço de criação para criar um tema exclusivo para o seu negócio.
  • Meios de pagamento: Escolha os meios de pagamento que o seu negócio oferece. Quanto mais diversos forem os meios de pagamento ofereceidos, maior a chance de um cliente comprar de você. A maioria das lojas oferecer cartões de crédito e boletos bancários como soluções de pagamento. Você também pode usar um serviço de gateway entre os vários disponíveis.
  • Planejamento logístico: Não importa quão rápido seja o seu site e quão fluida seja a experiência do usuário, se você não entrega o produto no prazo. Por isso, cuidar da logística é um ponto de absoluta importância para o desempenho da sua loja. Portanto, ter fornecedores confiáveis e um bom gerenciamento de estoque são essenciais para a satisfação do cliente com a sua loja.
  • Cadastro dos produtos: Por fim, você deverá cadastrar o produtos da sua loja, e começar a sua jornada. Seu produtos devem ser cadastrados com fotos de alta qualidade e com uma descrição detalhada do que cada um oferece.

4. Divulgação da loja

Com a loja pronta, você deve comelar a fazer a divulgação dela para conseguir os primeiros clientes.

Para começar, você deve saber onde será feita essa divulgação, qual o canal mais adequado. Os lugares mais comuns para divulgar seu produtos são:

  • Mídias sociais: Concentram a maior parte do público das redes e é um local essencial para a sua estratégia de marketing, lembre-se, você deve estar onde o seu público está.
  • Anúncios online: Outra forma de divulgar o seu negócio é através de anúncios online. Estes podem ser feitos usando plataformas de ads de grandes sites, como Google e Facebook, ou plataformas de native ads, como Taboola e Outbrain.
  • Blog: Você também pode usar o blog como uma ferramenta de atração de clientes e divulgação de marca, através do marketing de conteúdo. Nesse caso, torna-se mandatório o uso de SEO para aumentar as chances do seu blog ser visto pelos clientes.
  • E-mail marketing: construir listas de e-mail através do serviço de newsletter é uma forma interessante de estar informando seus clientes sobre as novidades.

5. Atendimento

O nível de atendimento que você dedica aos seus clientes mostra a atenção que você dá a eles. Portanto, seja prestativo e atencioso, tente resolver os problemas ou mesmo antecipá-los, de modo que você tenha mais facilidade em gerenciar os problemas dos seus clientes.

Entre as ferramentas mais utilizadas para atendimento e suporte estão:

  • Chat ao vivo no site;
  • Whatsapp;
  • Suporte via e-mail;
  • Telefone

6. Pontos de atenção ao criar uma loja virtual

Esteja atento a alguns pontos ao abrir a sua loja virtual. Esses pontos ajudam você a evitar problemas futuros e a melhorar a experiência do cliente:

  • Segurança: Não negligencie a segurança dos dados dos seus clientes, invista em segurança para evitar dores de cabeça futuras. Ter um certificado SSL é o mínimo que você precisa ter para garantir a segurança dos seus clientes.
  • Exigências legais: Esteja sempre de acordo com as leis, como a LGPD por exemplo ou o decreto 7962 que regulamenta o e-commerce.
  • Questões logísticas: Seu cliente pode se arrepender de uma compra ou a entrega atrasar devido a problemas da transportadora. Por isso, esteja sempre pronto para esses imprevistos.

Conclusão

Pronto, agora você já sabe o que fazer para montar a sua loja virtual e como comelar a dar os primeiros passos em divulgação.

O que você precisa fazer agora é pôr as mãos na massa. E, se tiver alguma dúvida sobre como montar a sua loja virtual, escreva nos comentários.

Caso você já tenha uma loja virtual e queira conhecer as soluções que a Gauss Marketing Digital oferece para você, basta clicar no botão abaixo para falar com um de nossos consultores.

nossos consultores

Please follow and like us:

Deixe um comentário

RSS
Facebook
Instagram